16/07/2017

BINGO DE SÃO ROBERTO 2017





















MAIS IDH NO MARANHÃO

Município maranhense de baixo IDH recebe biofertilizantes e projetos de incentivos a produção

Publicada em 14 de Julho de 2017 às 15h26Versão para impressão

Compartilhar

Equipe Sagrima em povoados de Belágua distribuindo biofertilizante Verdão (Crédito foto: Asom - Sagrima)


Como parte das ações do Programa Mais IDH, do Governo do Estado, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) está iniciando um trabalho de incentivo à produção em Belágua. Esta semana, uma equipe técnica da secretaria esteve no município, apresentando as ações que serão realizadas e fazendo a distribuição do Biofertilizante Verdão para agricultores de quatro povoados.

Mais de 100 litros do biofertilizante foram distribuídos,beneficiando 120 famílias, que tem na agricultura de subsistência sua principal atividade. Em todo o estado, a Sagrima já distribuiu mais de 60 mil litros do insumo, por meio do Programa Agropolos e agora também pelo Mais IDH.

A visita foi resultado de convite da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), com quem a Sagrima celebrará termo de cooperação técnica para ações conjuntas no município. A Fenae atua em Belágua desde o ano passado, com o Movimento Solidário, programa de responsabilidade social e empresarial que busca promover intervenções com projetos de geração de renda e melhoria de indicadores sociais. 
“É gratificante poder ajudar comunidades carentes a construírem seu próprio caminho, dando condições para que eles possam ir mais longe. E tudo isso com a fundamental ajuda dos colegas da Caixa, que sempre abraçaram nosso projeto”, ressalta o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

Belágua tem 7.191 habitantes e está entre os 100 mais pobres do país, com o IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) de 0,512. Com a implantação de programas da Sagrima, como os quintais produtivos, e o incentivo à piscicultura, além da assistência na hortifruticultura, será possível incentivar a produção local, como ação de segurança alimentar e geração de renda.

De acordo com o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, a parceria Fenae e Governo do Estado tem tudo para beneficiar Belágua e é mais uma ação da secretaria no âmbito do Programa Mais IDH. “Já temos projetos na área de pesca em alguns dos 30 municípios do Mais IDH e agora estamos trabalhando também com a agricultura, para que, diversificando e tecnificando a produção, as populações de Belágua e dos demais municípios possam produzir mais, não só para subsistência, como para ter um excedente que possa ser comercializado e gerar renda”,explicou.

Leia outras noticias:
Cemar faz troca de geladeiras usadas por novas em parceria com a prefeitura de Balsas

Teatro de fantoches é usado em educação sanitária para crianças na Expomip

(Casa de Farinha e quintal produtivo: ações realizadas pela Sagrima de incentivo a produção no município)

Fonte: Sagrima Texto: Izabel Almeida

CPI DA SAÚDE NO MARANHÃO

ATUAL7 

POLÍTICA

Apenas três deputados são favoráveis à instalação da CPI da Saúde

Assembleia Legislativa do Maranhão tem 42 deputados. Outros três parlamentares disseram que assinariam, mas ficaram na promessa

15/07/2017 19h10min - Atualizado em 15/07/2017 19h11min

PUBLICADO POR

ATUAL7

Mais de um mês depois de iniciada a discussão pela instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa do Maranhão, para investigar os contratos e repasses da Secretaria de Estado da Saúde (SES) às terceirizadas e por meio de convênios, apenas três deputados estaduais já assinaram a proposta.

Pelo Regimento Interno da Casa, é necessário o mínimo de 14 adesões para que a CPI possa ser instalada. Embora a terceirização da saúde pública estadual tenha se iniciado no governo Zé Reinaldo, os alvos da CPI são apenas os governos Roseana Sarney e Flávio Dino.

Até agora, os únicos que já aderiram à proposta foram os deputados Wellington do Curso (PP), autor do requerimento, Max Barros (PRB) e Eduardo Braide (PMN).

Dos outros 39 parlamentares da Casa, apenas outros três — Andréa Murad (PMDB), Sousa Neto (PROS) e Bira do Pindaré (PSB) — prometeram que também assinariam, mas têm usado da desculpa de que não estão sendo procurados pelo progressista para serem convencidos a cumprir a palavra.

Não há prazo para o reconhecimento das assinaturas.

Segundo o líder do governo na Assembleia, deputado Rogério Cafeteira (PSB), Dino teria liberado a base a assinar o requerimento de Wellington e instalar a CPI. Ainda assim, nenhum deles sequer quer ouvir falar de investigação nos contratos e repasses da SES.

Imperatriz 165 anos. E programação

165 ANOS

Imperatriz festejada com praias, missa, culto e show na Expoimp

 16/07/2017 às 06h30

Na programação deste domingo, as duplas Zé Ricardo & Thiago e Luiza & Maurílio se apresentam domingo, no Parque Lourenço Vieira

A bela Imperatriz está celebrando 165 anos (Foto: Divulgação)

000

As comemorações dos 165 anos de Imperatriz têm ponto alto neste domingo (16) com salva de fogos, bolo de 165 kg, Corrida 16 de Julho, abertura das praias, culto, missa e shows na Expoimp com portaria liberada, 4 mil ingressos grátis para o parque de diversões e a apresentação das duplas Luíza & Maurílio e Zé Ricardo & Thiago.

No aniversário da cidade, as comemorações começam ao amanhecer, com salva de fogos em vários bairros. Às 7h, será dada a largada, na Praça Mané Garrincha, da Corrida 16 de Julho e logo em seguida, terá o corte do bolo, que será de 165kg, na porta da Prefeitura. A partir das 9h, o prefeito Assis Ramos participa da solenidade de abertura oficial das praias do Cacau e do Meio, acompanhado de secretários e representantes da Polícia Militar, Marinha, Bombeiros e Samu. À tarde tem show de Munik & Mariane, na Cacau Beach.

Às 15h, em ação de Graças, na Comunidade Nova Vida, será realizado um Culto, e 17h, na Igreja São Francisco, uma missa. As festividades continuam à noite, no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva, com o grande show gratuito da dupla local, revelação do ano, Luiza & Maurílio, e os sertanejos Zé Ricardo & Thiago, que ficaram por três semanas no top 10 com as músicas mais tocadas nas rádios do Brasil.

O último evento alusivo ao aniversário de Imperatriz será realizado dia 20 de julho, no Palácio do Comércio e Indústria, com a tradicional entrega da “Comenda Frei Manoel Procópio”, da “Distinção Honrosa Orgulho da Gente” e do “Troféu Jurivê de Macedo”, finalizando assim a programação dos 165 anos da cidade.

“É hora de comemoração e agradecimento, tanto pelo aniversário da cidade como pelos seis meses de nossa administração. Todas as secretarias estão empenhadas e por isso as coisas estão dando certo. Assumimos a prefeitura enterrada em dívidas, com a Saúde em colapso e a cidade totalmente esburacada. Trabalho e muita economia foram nossas prioridades. Até a metade do 13º salário deste ano já foi paga, graças aos ajustes, e por isso convidamos a todos os imperatrizenses a participarem conosco das festa que é de todos, neste dia 16. Feliz aniversário, Imperatriz!” – festeja o prefeito Assis Ramos.

PROGRAMAÇÃO – IMPERATRIZ 165 ANOS

16/07

6h – Salva de fogos nos bairros (Vila Lobão, Cafeteira, Conjunto Vitoria, Bacuri, Centro e Nova Imperatriz)

7h – Corrida 16 de Julho (largada e chegada na Praça Mané Garrincha)

8h – Corte do Bolo de Aniversário de 165 kg (Em Frente ao Prédio da Prefeitura)

9h – Abertura da Praia do Cacau

10h – Abertura da Praia do Meio

15h – Culto em Ação de Graças pelos 165 Anos de Imperatriz

(Local: Igreja Nova Vida)

17h – Missa em Ação de Graças pelos 165 Anos de Imperatriz

(Local: Igreja São Francisco)

19h – Encerramento com Show de Luiza & Maurílio e atração nacional Zé Ricardo & Thiago na Expoimp com entrada franca

Quinta-feira, 20/07

19h30 – Comenda Frei Manoel Procópio

(Local: Palácio do Comércio)

Lista de Homenageados 2017

Comenda Frei Manoel Procópio:

• Roberto Furtado – Tenente-Coronel, Comandante do 50º Batalhão de Infantaria e Selva (50 BIS)

• Francisco Lima – Padre, já foi administrador apostólico da Diocese de Imperatriz

• Maria Eline Barbosa Oliveira – Professora, membro do Rotary e PMDB Mulher

• Gloria Cortez – Sócio- fundadora da Ampare

• Mauro Fecury – Empresário, político e proprietário do UniCeuma

• Jadilson Cirqueira – Promotor da 3ª Promotoria Especializada em Meio Ambiente

• Francisco Luis Escórcio Lima (Chiquinho Escórcio) – Advogado e político

Distinção Honrosa Orgulho da Gente

• Thiago Bardal – Delegado da Polícia Civil

• Carlinhos Veloz – Cantor e Compositor, autor de Imperador Tocantins

• Marlon Reis – Advogado, jurista, relator e autor da Lei da Ficha Limpa

Troféu Jurivê De Macedo

• Maria Ivanilde – Professora e gestora da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Prof. Telasco P. Filho (primeira escola bilíngue do Maranhão e segunda do Brasil)

• Dema de Oliveira – Jornalista

• João Jacob – Advogado


Mansão de Roseana Sarney

Mais uma mansão é construída pelos Sarney na ilha de Curupu

AINDA QUEREM MAIS?

Entre os bens, a família possui cinco emissoras de TV, 14 rádios, mansões, uma ilha e sociedade em várias empresas

Em entrevista a um jornal local, durante o governo Roseana Sarney, o ex-gerente de Planejamento, marido e sócio da então governadora, Jorge Murad, declarou publicamente não considerar negativo que alguém more em casa de palha. Em novembro do ano passado, o senador João Alberto (PMDB-MA) afirmou, sem constrangimento: “os maranhenses gostam de morar em casa de taipa, hábito herdado dos escravos e dos índios”.

Enquanto milhares de maranhenses passam fome e moram em beira de estradas, em casas feitas de barro, cobertas de palha ou em palafitas, em condições subumanas, a família Sarney/Murad acumulou, ao longo de 40 anos, um patrimônio avaliado em 150 milhões de reais. Enquanto na casa do pobre, a esperança de ter pelo menos o almoço para os filhos é a maior ambição do dia, na família Sarney/Murad a expectativa de ver pronta mais uma mansão construída na ilha de Curupu foi comemorada, em grande estilo, com direito a champagne Velve Clicquot. A foto abaixo mostra a nova casa da ilha, de propriedade da família Sarney, a mansão do casal Roseana Sarney/Jorge Murad. Aliás, foi o próprio ex-senador Cafeteira, hoje aliado do grupo Sarney, que chegou a declarar sobre Roseana Sarney: “Essa moça só tem uma amiga, a viúva Clicquot”.

A efervescência cada vez maior do clima anti-Sarney no Maranhão tem provocado uma enorme conscientização popular. As pessoas já não temem represálias ou ameaças. “Eles debocham da gente, quando jogam na nossa cara todo esse patrimônio. Isso é um absurdo. Eles têm até uma ilha! Enquanto isso nós não temos emprego, a saúde e educação são deficientes. Tudo por conta desse grupo que manda no Estado há décadas”, indignou-se a estudante Fabiana Silvestre Coelho.

Um advogado que pede para não ter seu nome citado na matéria, afirma: “Agora que o Zé Reinaldo rompeu com o Sarney, o povo não quer mais baixar a cabeça. É uma vergonha o Maranhão ter tido um presidente da República e continuar assim tão miserável”.

Em 2001, Roseana Sarney deixou o Maranhão como o Estado mais pobre de toda a Federação. Se fosse um País, teria à época um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) semelhante ao do Congo. Se o Estado fosse separado do Brasil, seria o país mais miserável da América Latina, ficando à frente apenas do Haiti. Entre 1992 a 1999, o Maranhão foi a única unidade da Federação em que a população teve queda de renda; ou seja, os maranhenses ficaram mais pobres. Nessa época, mais de 62% da população viviam abaixo da linha da pobreza.

Os donos do Maranhão

Em 2002, a revista Veja fez um levantamento do patrimônio da Família Sarney. A soma total chegou a R$ 125 milhões. Há suspeitas de que o patrimônio que está em nome de outras pessoas chegue a 150 milhões de reais. O Grupo Sarney Murad possui cinco emissoras de TV, que integram o Sistema Mirante e transmitem a programação da Rede Globo para todo o Maranhão, além de 14 emissoras de rádio. Foi com base nisso que a revista Caros Amigos, que também fez uma profunda investigação dos bens da oligarquia, afirmou: “nenhuma família brasileira tem nas mãos tantos meios de comunicação em um mesmo Estado como o Maranhão”.

Se somarmos os imóveis de propriedade da família, o número pode não parecer tão grande, mas o valor e a suntuosidade das edificações jamais passariam despercebidos. Para se ter uma idéia, em São Luís a família possui uma mansão no Calhau e duas na praia do Olho d´Água, bairros que possuem o metro quadrado mais caro do todo Maranhão. A mansão no Calhau está localizada de frente para o mar, num terreno de 20 mil metros quadrados. As outras duas (uma do casal Fernando Sarney e Teresa Murad e outra de Ricardo Murad) ocupam cada um quarteirão inteiro.

“Essa família é muito gananciosa. Eles não se contentam com pouco. Mas um dia isso vai acabar. A Justiça deveria era bloquear os bens deles e fazer uma grande investigação”, sugere o comerciário Jonatan Almeida Filho. E as mansões não ficam somente no limite de São Luís. O senador José Sarney e sua filha Roseana Sarney possuem mais duas na Ilha de Curupu. Em Brasília, a família possui duas mansões no Lago Sul (região onde moram ministros e altos empresários do Distrito Federal) e um imenso sítio, batizado de Pericumã, nas cercanias da Capital Federal. No Rio de Janeiro, o endereço da família é no Bairro do Leblon e uma casa no badalado balneário de Búzios. E ainda tem as empresas nos ramos de hotelaria, construção civil, comércio.

Mas entre todos os bens da família, o mais escandaloso é o Convento das Mercês. O prédio público e tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional foi tomado ilegalmente por Sarney. O governo do Estado pagou mais de U$ 9 milhões e meio para reformar o prédio e depois entregar nas mãos do senador pelo Amapá. E para quem acha que uma ilha particular, mansões em vários estados não é o suficiente, o senador José Sarney já encomendou o seu mausoléu no Convento das Mercês. Afinal de contas, o próprio senador em entrevista à revista Carta Capital, afirmou que não vê nada de errado em ser enterrado no Convento das Mercês para facilitar a “peregrinação dos maranhenses apaixonados por ele após a sua morte”.

Aniversário de Imperatriz

Investimentos em saúde, educação e obras marcam aniversário de Imperatriz

A cidade de Imperatriz chega aos 165 anos neste domingo (16) com forte presença de investimentos do Governo do Maranhão. São verbas, obras e ações que vêm acelerando o desenvolvimento do município em diversas áreas desde 2015.

Fonte: Fabiana AkiraData de publicação: 16/07/2017Tags: Imperatrizpush

Foto: Reprodução

00

Setores como saúde, educação, infraestrutura, mobilidade urbana, cultura e turismo, agricultura, agricultura familiar, e segurança são algumas das áreas priorizadas pela gestão estadual para beneficiar os moradores de Imperatriz, investimentos que têm mudado completamente a realidade de pessoas como Maria Yara Rocha, moradora do residencial Recanto dos Pássaros, no Jardim Sumaré. O local, que recebeu investimentos do programa Mais Asfalto, segundo ela, está completamente modificado.

“Antes aqui era cheio de lama. No dia do sorteio das casas mesmo teve que mudar o local de entrega porque não tinha como chegar. À noite, a gente passava com medo porque tinha que diminuir a velocidade e acabava ficando mais exposto. Agora nossa realidade é outra”, contou a moradora.

Para o governador Flávio Dino a cidade de Imperatriz, segunda maior do estado, será sempre contemplada com as ações da gestão. “Nós continuaremos a manter os investimentos na cidade de Imperatriz, pela sua importância e por ser a segunda capital do Maranhão”, disse o governador, ressaltando que os investimentos na cidade beneficiam toda a região. “Temos uma gestão honesta e transparente para que o Governo seja de fato de todos, com obras e realizações em todas as regiões do Maranhão”, completou o governador.
Saúde

O Hospital Macrorregional de Imperatriz beneficia 1.268.550 maranhenses que moram na região. Inaugurada em agosto de 2016, a unidade atende 43 cidades da região e segue a política de expansão dos hospitais no interior.

O Governo do Maranhão também está à frente de outras importantes iniciativas na Saúde de Imperatriz. É o caso, por exemplo, das obras da reforma no Hospital Regional Materno Infantil e da Casa da Gestante. Esta última está completando um ano e já garantiu que mais de 400 mães pudessem ficar ao lado dos recém-nascidos enquanto os bebês estavam se recuperando.

A UPA do bairro São José, inaugurada em 2016, abriu 50 leitos e funciona 24 horas para atender os pacientes.

Escola Digna

No fim do ano passado, o Governo do Maranhão inaugurou a Escola Digna Amaral Raposo e quebrou um ciclo de 22 anos sem construção de uma unidade do ensino médio na cidade. Outras quatro já foram reformadas. E diversas outras virão.

Uniformes

Imperatriz também já recebeu mais de 23 mil uniformes escolares neste ano. Pela primeira vez na história, todos os alunos da rede pública estadual estão recebendo fardamentos.

Uema

A cidade também viu um antigo pedido de alunos e professores virar realidade. A UemaSul saiu do papel neste ano e já está em funcionamento, melhorando a qualidade do ensino superior de Imperatriz e mais 21 cidades. O prédio principal foi entregue em maio totalmente reformulado. E já foi assinada a ordem para a construção de um novo campus em Imperatriz.

Bolsa Escola
O Bolsa Escola garantiu neste ano a compra de material escolar para 25 mil estudantes do município. Eles receberam um vale de R$ 51 reais para fazer as compras nas lojas credenciadas. O programa também ajuda a gerar emprego e renda.

Mais Asfalto
Com o fim do período chuvoso, as obras do Mais Asfalto ganham ritmo mais intenso, mas muita coisa já foi feita sob chuva ou sob o sol. Um exemplo de sucesso é a MA-386, mais conhecida como Estrada do Arroz, que liga Imperatriz, Cidelândia e povoados da região.  A rodovia facilitou o transporte e o comércio, impulsionando a economia local.

Expresso Metropolitano

Inauguradas há pouco mais de um ano, as duas linhas do Expresso Metropolitano da região – João Lisboa e Senador La Rocque/Cumaru – já transportaram mais de 850 mil passageiros com rapidez e conforto.

Travessia 
Conforto, economia e respeito. É assim que os usuários resumem o Projeto Travessia, voltado para pessoas com mobilidade reduzida. Já são mais de 4 mil viagens na região metropolitana de Imperatriz desde o início do serviço, em dezembro do ano passado.

Caravana Empresarial e Juros Zero

A Caravana para o Desenvolvimento Empresarial já passou por Imperatriz, levando uma série de serviços, informações e diálogo para os empreendedores da região. É um estímulo principalmente para os micro e pequenos empresários ao quebrar a burocracia e facilitar os negócios. A Caravana Empresarial também vem divulgando o programa Juros Zero. É uma ferramenta para ajudar a combater a crise econômica nacional. Micro e pequenos empresários podem conseguir empréstimos de até R$ 20 mil sem o peso dos juros.

Segurança

A quantidade de homicídios dolosos registrada nos seis primeiros meses deste ano foi 24,36% menor do que o índice apurado no mesmo período de 2014 na regional de Imperatriz. Em números absolutos, enquanto no passado foram 119 assassinatos, em 2017 o número caiu para 90, redução que é um dos resultados dos investimentos em segurança pública realizados pelo Governo do Estado e que também tem sido observada em todas as regiões do Maranhão.

A reforma do 3º Batalhão da PM de Imperatriz, por exemplo, está avançada e deve terminar em agosto. Com as mais de 3 mil novas nomeações de policiais nos últimos dois anos e meio, o Maranhão atingiu a maior tropa da história. São 12 mil policiais atuando no Estado e melhorando a segurança da população. O Governo do Maranhão já entregou mais de 570 viaturas novas desde 2015. Até o fim deste ano, serão 700 no total, dando condições de trabalho para os policiais.

Lazer e cidadania
O Governo do Maranhão vem inaugurando e recuperando muitos espaços públicos. É o caso da Beira Rio, em Imperatriz, que está se transformando no novo cartão-postal da cidade. A iluminação total da Avenida Pedro Neiva de Santana, que foi inaugurada neste sábado (15), nos nove quilômetros entre Imperatriz e João Lisboa, é outro exemplo de melhoria na qualidade de vida no município.

Festa e cultura

Grandes festas populares, como o São João e o Carnaval, vêm recebendo investimentos do Governo do Maranhão em dezenas de cidades do estado. Apenas no São João, por exemplo, foram investidos R$ 18 milhões. Imperatriz foi uma das cidades contempladas, e a festa reuniu milhares de pessoas. No Carnaval, mais de 80 cidades receberam apoio do governo estadual.

É uma maneira de estimular não somente o lazer, mas a economia e o turismo. Os arraiais do São João de Todos 2017 movimentaram R$ 60 milhões – sendo R$ 40 milhões no interior –, gerando empregos e renda para os moradores.

EDUCAÇAO EM SÃO ROBERTO MA

DESTAQUE  /  POLÍTICA Acabou o encanto pelos professores? Nas eleições de 2016, os professores foram peças fundamentais na campanha q...