Postagens

Mostrando postagens de Maio 27, 2017

Família de Gilmar Mendes fornece gado para a JBS

Imagem
Família de Gilmar Mendes fornece gado para a JBS
A família do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), é fornecedora de gados para a JBS, uma das maiores processadoras de carne do mundo e que acaba de ter um acordo de delação premiada homologado pelo tribunal.
A informação foi dada pelo ministro à Folha. No cargo, Gilmar pode ter de tomar decisões sobre a delação.
A reportagem questionou o ministro sobre encontro recente que teve com o empresário Joesley Batista, um dos sócios da JBS que gravou secretamente o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Gilmar confirmou a reunião, ocorrida, segundo ele, a pedido do advogado Francisco de Assis e Silva, um dos delatores da empresa. Joesley, de acordo com Gilmar, apareceu de surpresa ao encontro, que, diz o ministro, tratou de questão referente ao setor de agronegócio.
A conversa ocorreu fora do Supremo, no IDP, escola de direito em Brasília da qual o ministro do STF é sócio. A data da conversa, segundo G…

delação não pode ser desfeito, afirma Barroso

Imagem
Acordo de delação não pode ser desfeito, afirma BarrosoPedro Ladeira - 09.nov.16/FolhapressMinistro Roberto Barroso durante sessão STFBERNARDO MELLO FRANCO
COLUNISTA DA FOLHA
PUBLICIDADE O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirma que um acordo de delação não pode ser revisto depois de homologado pela Justiça.
Ele se diz contrário à ideia de mudar os termos negociados pela Procuradoria-Geral da República com o grupo JBS, de Joesley Batista.
O trato foi chancelado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, e já deu base à abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).
Para Barroso, uma alteração no acordo impediria o Ministério Público de negociar novas colaborações judiciais.
"Uma vez homologada, a delação deve prevalecer sem nenhum tipo de modificação futura", afirma o ministro.
"A delação só faz sentido se o colaborador tiver a segurança de que o acordo feito será respeitado. Se e…

GUERRA DO PT

Imagem
Petistas oportunistas. Você quer essa turma de volta? O PT faz o diabo para voltar ao poder, mesmo que para isso tenha de rasgar a Constituição. O delírio da vez são as propostas de eleições diretas e até de anulação do impeachment. Enquanto o partido não consegue o que quer, baderneiros travestidos de militantes incendeiam a EsplanadaEQUIPE DA PESADA Lula e Dilma entre Edinho Silva, João Santana, Franklin Martins, Rui Falcão e Giles Azevedo (da esq para a dir) (Crédito: Ricardo Stuckert)
A desfaçatez petista parece não ter limites. Chega a ser risível. Mesmo soterrado numa avalanche de denúncias de corrupção, o PT tenta emergir do lamaçal em que está mergulhado desfraldando a bandeira das “diretas já”, o que afronta a Constituição. A Carta Magna prevê a realização de eleições indiretas, via Congresso, caso o presidente Michel Temer deixe o governo, mas os petistas, sabe-se, não se importam muito com o que versam as leis. A não ser as que os beneficiam. Quando isso não acontece, não …

PROTESTO EM SÃO ROBERTO

Imagem
Mayra Soares· Caros amigos do Facebook, faço uso de minha página social para comentar sobre um triste e lamentável episódio que está acontecendo em nossa querida São Roberto. O poder executivo na pessoa do Sr. Prefeito, enviou para alguns servidores concursados, uma notificação feita internamente entre eles, anulando a nossa portaria. Em janeiro fomos afastados por força de um decreto do Sr. Prefeito onde dizia que havia fortes indícios de fraude no concurso onde fomos admitidos em fevereiro de 2016. Levamos o caso à justiça, onde a juíza fez todas as investigações necessárias e comprovou que nosso concurso estava correto, tanto é que nos concedeu uma liminar exigindo que voltássemos imediatamente aos nossos cargos. Agora, 04 meses depois não satisfeito com a decisão da juíza, o poder executivo tenta anular nossa portaria.
Quero dizer apenas, que esse não é um ato de manifestação de oposição política partidária, estamos apenas reivindicando nossos direitos enquanto servidores. Eu parti…

JOAQUIM BARBOSA PARA PRESIDENTE

Imagem
Nome forte para 2018, Joaquim Barbosa aproveita férias em NY O ócio do juiz Outro nome forte para 2018 esteve em Nova York na semana passada. Mas enquanto os outros trabalhavam, Joaquim Barbosa fazia o que ama: folgava.

MINISTRO GILMAR NA DA LAVA JATO

Imagem
Lava-Jato mira em Gilmar Mendes Guerra total
A varredura a um dos endereços de Aécio Neves em Minas não mirou só no tucano. A Lava-Jato procurava informações sobre Gilmar Mendes.  Os agentes tinham ordens explícitas com o nome do ministro. No grampo realizado nos números de telefone de Aécio Neves, o ministro Gilmar aparece em conversa com o senador tucano. Os dois falam sobre o projeto de lei sobre o abuso de autoridade. Na transcrição dos diálogos, Aécio pede ajuda ao ministro para conquistar um voto na comissão do Senado que analisava o projeto. Aliás, cabe a Gilmar Mendes, mais do que nunca, o destino a curto prazo de Michel Temer. Nada acontecerá no TSE, no dia 6 de junho, que não seja o desejo do ministro do STF.

o que acontece com a saída do temer

Imagem
O que acontece se Temer sair da Presidência? Renúncia, impeachment, cassação pelo TSE e afastamento por crime comum – o que aconteceria com o presidente e o cargo que ocupa em cada situação
Presidente Michel Temer fala no Palácio do Planalto em Brasília - 20/05/2017 (Ueslei Marcelino/Reuters) As revelações da delação premiada do empresário Joesley Batista abalaram o governo do presidente Michel Temer (PMDB) e abriram a possibilidade de que ele não termine o mandato herdado da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) após o impeachment. Com base no depoimento de Joesley, a Procuradoria-Geral da República (PGR) acusou o presidente de corrupção passiva, obstrução de Justiça e pertencimento a organização criminosa. Defendido por ministros e travando uma batalha jurídica, Temer ainda não está fora de jogo. O presidente diz que fica e tenta articular a base aliada para reagir às pressões e retomar a agenda de votações – conta com a adesão de aliados que apoiam as reformas econômicas independentem…